Glutamina

Glutamina

Os estudos científicos aqui contemplados são para informação somente. Os resultados reportados não necessariamente ocorrerão em todos os indivíduos. A SetYou provê tal informação como um serviço gratuito e não recebe qualquer compensação pelos estudos referenciados.

A glutamina é um importante aminoácido naturalmente produzido pelo corpo. Ela faz parte das proteínas do corpo e desempenha importante papel no sistema imune e saúde intestinal.

Apesar de produzida pelo corpo – na verdade é o aminoácido mais abundante no sangue e fluidos corporais – às vezes a necessidade da glutamina excede a nossa produção o que resulta na necessidade de suplementação.

A glutamina é encontrada naturalmente em diversos alimentos, principalmente proteínas de fonte animal. Estima-se que nossa ingestão diária de glutamina varie entre 3 e 6g por dia. Abaixo apresentamos uma lista dos principais alimentos com sua concentração de glutamina (por 100g):

  • Ovos: 0,6g
  • Carne bovina: 1,2g
  • Leite: 0,3g
  • Tofu: 0,6g
  • Arroz branco: 0,3g
  • Milho: 0,4g

Devido ao seu papel essencial na formação de células e como fonte de energia, além do seu papel na saúde intestinal e do sistema imune, a Glutamina também desempenha papel fundamental na nossa saúde e bem estar diário.

Estudos sobre a Glutamina

Imunidade

As células do sistema imune utilizam a glutamina em alta escala, uma vez que a mesma é fundamental para suportar a proliferação ótima dos linfócitos, produção de citocinas – células essenciais que atuam na resposta inflamatória e imunitária – e regulação da fagocitose dos macrófagos (também células do sistema imune). O nível de glutamina corporal diminui quando nos machucamos, nos queimamos, enfrentamos cirurgias ou mesmo quando nos exercitamos. A diminuição da disponibilidade da glutamina no corpo resulta em redução da atividade e deficiência do sistema imune.

Estudos com animais mostraram que a inclusão de glutamina na dieta diária aumentou as chances de sobrevivência contra baterias bem como um maior desenvolvimento da função imune em animais infectados. Em outros estudos, a manutenção dos níveis de glutamina em pacientes pós cirurgia ou transplante resultou em redução de risco e infecção e manutenção da atividade imune.

Referências:

1 Glutamine and the Immune System.

P C Calder , P Yaqoob, 2012

2 Glutamine as an Immunonutrient.

Hyeyoung Kim, 2011

3 Glutamine Modifies Immune Responses of Mice Infected With Porcine Circovirus Type 2.

Wenkai Ren , Yinghui Li, Xinglong Yu, Wei Luo, Gang Liu, Hua Shao, Yulong Yin, 2013