Benefícios da Spirulina para a Saúde

Você conhece a Spirulina? Ela é um tipo de cianobactéria, comumente referida como alga verde-azul, podendo ser utilizada como suplemento alimentar.

A Spirulina é um alimento extremamente nutritivo, rica em proteínas, vitaminas, minerais e aminoácidos, apresentando vários nutrientes e antioxidantes que podem beneficiar seu corpo e cérebro.

Sendo assim, apresentamos aqui 9 benefícios analisados em estudos científicos da Spirulina. 

1. Rica Em Muitos Nutrientes

Esta pequena alga é rica em diversos nutrientes. 7 gramas de pó de Spirulina seca contém em média:

  • Proteína: 4 gramas
  • Vitamina B1: 11% da IDR
  • Vitamina B2: 15% da IDR
  • Vitamina B3: 4% da IDR
  • Cobre: 21% da IDR
  • Ferro: 11% da IDR
  • Ela também contém boas quantidades de Vitamina A, magnésio, potássio e manganês 

Além disso, a mesma quantidade possui apenas 20 calorias e 1,7 gramas de carboidratos digeríveis.

Grama por grama, a Spirulina pode ser a comida mais nutritiva do planeta.

A qualidade da proteína na Spirulina é considerada excelente – comparada com os ovos. Ela fornece todos os aminoácidos essenciais que você precisa.(1)

2. Propriedades Antioxidantes e Anti-Inflamatórias

Por ser uma ótima fonte de antioxidantes, a Spirulina pode proteger suas células contra o dano oxidativo.

Seu principal componente ativo é chamado ficocianina, o qual é capaz de combater radicais livres e inibir a produção de moléculas sinalizadoras de inflamação, providenciando ótimos efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios. (2, 3, 4) 

3. Pode Diminuir o Colesterol “Ruim” e os Níveis de Triglicerídeos

A Spirulina afeta positivamente a nossa saúde cardiovascular. Estudos indicam que ela pode diminuir os triglicerídeos e o colesterol LDL (colesterol “ruim”), e simultaneamente aumentar o colesterol HDL (colesterol “bom”). (5) 

4. Pode Ter Propriedades Anticâncer

Algumas evidências sugerem que a Spirulina possui propriedades anticancerígenas. 

Pesquisas em animais indicam que ela pode reduzir a ocorrência do câncer e o tamanho dos tumores. (6, 7) 

Também foram realizados estudos dos efeitos da Spirulina no câncer de boca em humanos. A administração de 1 grama de Spirulina por dia nos pacientes do estudo com lesões pré-cancerosas na boca levou à melhora dos sintomas. (8) 

5. Pode Reduzir a Pressão Sanguínea

Hipertensão é uma das principais causas de muitas doenças graves. 

Dois estudos analisaram os efeitos da Spirulina na pressão sanguínea. A ingestão diária de 1g de Spirulina não resultou em alteração da pressão sanguínea, resultou em melhora dos níveis de colesterol. Já a ingestão de 4,5 gramas por dia resultou em redução de pressão sanguínea em pessoas com níveis normais. Indicando que talvez, em doses maiores, a Spirulina possa ajudar na redução da pressão sanguínea. (9, 10)

Acredita-se que essa redução seja impulsionada por um aumento na produção de óxido nítrico , uma molécula sinalizadora que ajuda a relaxar e dilatar os vasos sanguíneos (11) 

6. Pode melhorar os Sintomas da Rinite Alérgica

A rinite alérgica é caracterizada pela inflamação em suas vias nasais e é ativada por alérgenos ambientais, tais como pólen, pelos de animais ou até mesmo poeira.

A Spirulina é um tratamento alternativo popular para os sintomas de rinite alérgica, e há evidências de sua efetividade. (12) 

Em um estudo com 127 pessoas com rinite alérgica, 2 gramas por dia reduziram drasticamente os sintomas como corrimento nasal, espirros, congestão nasal e coceira. (13) 

7. Pode Ser Efetiva Contra a Anemia

Há muitas formas diferentes de anemia. A mais comum é caracterizada por uma redução na hemoglobina ou glóbulos vermelhos no sangue.

Em um estudo com 40 pessoas mais velhas com histórico de anemia, suplementos de Spirulina aumentaram o teor de hemoglobina dos glóbulos vermelhos e melhoraram a função imune. (14) 

No entanto, são necessários mais estudos com humanos para fortalecer a indicação da Spirulina para esse fim.

8. Pode Aumentar a Força e Resistência Muscular

O dano oxidativo induzido por exercícios é a principal causa da fadiga muscular.

Certos alimentos vegetais possuem propriedades antioxidantes que podem ajudar atletas e pessoas fisicamente ativas a minimizar este dano, como é o caso da Spirulina. Alguns estudos apontaram maior força e resistência muscular associados ao seu uso. (15, 16)

9. Pode Auxiliar no Controle do Açúcar no Sangue

Estudos com animais associam a Spirulina a níveis significativamente menores de açúcar no sangue.

Algumas evidências sugerem que a Spirulina pode beneficiar pessoas com diabetes tipo 2, reduzindo significativamente os níveis de açúcar no sangue em jejum. (17, 18, 19) 

 

Em um estudo de dois meses em 25 pessoas com diabetes do tipo 2, foi utilizado 2 gramas de spirulina por dia que levaram a uma redução impressionante nos níveis de açúcar no sangue. (20)

 

No entanto, são necessários mais estudos com humanos.

 

 

Referências Bibliográficas:

 

  1. https://examine.com/supplements/spirulina/ 

 

  1. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19299804/
  2. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24691130/
  3. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/12769719/
  4. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/23754631/
  5. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2695150/
  6. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19432881/ 
  7. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/8584455/
  8. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/23754631/
  9. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2211748/
  10. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19298191
  11. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24324897
  12. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18343939
  13. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4012879/
  14. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20010119 
  15. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16944194
  16. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23121873
  17. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23368938
  18. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23368938
  19. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22561632
  20. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12639401 

Equipe Editorial SetYou
Revisão final: Andressa Caroline Alves (farmacêutica responsável)


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados