Atendimento SetYou

close
send

Phone Number

Email Address

Fazendo uma assinatura de 3 meses, ganhe 15% de desconto + uma garrafinha exclusiva

Os estudos científicos aqui contemplados são para informação somente. Os resultados reportados não necessariamente ocorrerão em todos os indivíduos. A SetYou provê tal informação como um serviço gratuito e não recebe qualquer compensação pelos estudos referenciados.

Capsiate

A capsiate pertence ao grupo de capsinoides, compostos presentes naturalmente em pimentas.

A pimenta é um alimento tradicional que aumenta a termogênese induzida pela dieta. Ela contém ingredientes pungentes chamados capsaicinoides, na qual a capsaicina é o mais importante. Capsinoides, incluindo o capsiate, são análogos não pungentes dos capsaicinoides, os quais apresentam efeitos fisiológicos análogos à capsaicina. O seu consumo tem sido associado em estudos a melhora do consumo de oxigênio e a termogênese.

Os efeitos na saúde dos alimentos contendo capsiate têm sido anunciados na medicina tradicional há séculos. Por ser uma substância termogênica, vem sendo estudada pela possível capacidade de elevar a temperatura corporal e aumentar o gasto de energia, podendo então ser utilizada para o auxílio ao emagrecimento e perda de gordura.

Referências:

1 Effects of CH-19 sweet, a non-pungent cultivar of red pepper, on sympathetic nervous activity, body temperature, heartrate, and blood pressure in humans.

Hachita S, et al. 2007

2 Enhanced energy expenditure and fat oxidation in humans with high BMI scores by the ingestion of novel and non-pungent capsaicin analogues (capsinoids).

Inoue N, et al. 2007

3 The effects of capsaicin and capsiate on energy balance: critical review and meta-analyses of studies in humans.

Ludy MJ, Moore GE, Mattes RD, 2012

Estudos sobre Capsiate

Efeitos no auxílio do tratamento da obesidade

O aumento do consumo de oxigênio e da temperatura corporal, refletindo o aumento do gasto energético, desempenham um papel significativo na perda de peso.

Um estudo duplo-cego, randomizado e controlado por placebo indicou que o tratamento de indivíduos com sobrepeso ou obesos com 6 mg/dia de capsiate por 12 semanas foi associado à perda de gordura abdominal (que foi medida por absorciometria de raios-X de dupla energia). O peso corporal diminuiu em 0,9 e 0,5 kg nos grupos capsiate e placebo, respectivamente. É importante lembrar também que nenhum dos pacientes desenvolveu quaisquer eventos adversos.

Em outro estudo duplo-cego randomizado, indicou que indivíduos entre 30 e 65 anos que utilizaram 10 mg/kg por dia de capsiate por 4 semanas, tiveram como resultado a diminuição do peso corporal, com aumento significativo do VO2, gasto energético de repouso e oxidação de gordura.

Além disso, uma meta-análise sobre os principais efeitos da Capsiate no gasto energético e no quociente respiratório, com ênfase especial no papel do IMC dos participantes, a partir de 9 estudos, mostrou após a análise dos dados que a ingestão de Capsiate aumentou o gasto energético em aproximadamente 60 calorias diárias e o quociente respiratório diminuiu, indicando então um possível aumento na oxidação de gorduras. Essa metanálise sugeriu então que a Capsiate pode ser uma estratégia terapêutica no tratamento do sobrepeso e da obesidade por promover um balanço energético negativo (desde que a alimentação também esteja de acordo) e auxílio na oxidação de gorduras, podendo então auxiliar no controle de peso.

Por fim, a capsiate foi associada com a diminuição da ingestão de energia e modificar a ingestão de macronutrientes por meio da regulação do apetite e da saciedade. Nesse sentido, um estudo prospectivo teve como objetivo investigar os efeitos da capsaicina no comportamento alimentar e na ingestão de energia. Como resultados, ele indicou que a ingestão de pimenta vermelha ao café da manhã diminuiu significativamente a ingestão de proteínas e gorduras na hora do almoço.

Referências:

1 Dietary capsaicin and its anti-obesity potency: from mechanism to clinical implications.

Zheng J, Zheng S, Feng Q, Zhang Q, Xiao X, 2017

2 Capsaicin and capsiate could be appropriate agents for treatment of obesity: A meta-analysis of human studies.

Zsiborás C, Mátics R, Hegyi P, Balaskó M, Pétervári E, Szabó I, Sarlós P, Mikó A, Tenk J, Rostás I, Pécsi D, Garami A, Rumbus Z, Huszár O, Solymár M, 2018

Síndrome Metabólica

Uma revisão sistemática e meta-análise teve como objetivo avaliar os efeitos da Capsiate em fatores relacionados à síndrome metabólica, que tem ganhado cada vez mais importância como principal fator de risco para doenças cardiovasculares e diabetes do tipo 2. Foram incluídos então 11 estudos, que mostram que a suplementação teve efeito significativo sobre a diminuição de LDL e efeito significativo na redução de peso corporal, auxiliando na melhora dos parâmetros da síndrome metabólica. Ainda assim, a realização de estudos clínicos maiores e mais desenhados se faz necessária.

Referências:

1 Effects of Capsicum annuum supplementation on the components of metabolic syndrome: a systematic review and meta-analysis.

Jang HH, Lee J, Lee SH, Lee YM, 2020

Comece a se sentir melhor

Faça nossa avaliação gratuita para obter sua suplementação diária e personalizada entregue na sua porta.

Deseja ir para a Área de Clientes?

Quer fazer seu Multi personalizado?