Ganhe 15% de desconto e acompanhamento farmacêutico em qualquer assinatura!

Phone Number

Email Address

Manganês

O Manganês (Mn) é um mineral importante em diversas funções no nosso corpo. Ele pode ser encontrado no organismo primordialmente nos ossos, com o restante distribuído por todo o corpo em tecidos como o pâncreas, rins, fígado, glândulas adrenais e glândulas pituitárias.

O Manganês é considerado um oligoelemento ou um micromineral, ou seja, as demandas corporais do mineral são baixas. Entretanto, uma dieta rica em alimentos processados e pobre em grãos, verduras e legumes, pode comprometer o consumo adequado e levar a deficiências do mineral no organismo. 

O Manganês é um nutriente essencial e atua em diversos processos metabólicos do organismo. Seu papel fundamental é a ativação de enzimas, atuando como co-fator de substâncias relacionadas a digestão e utilização de alimentos e nutrientes, metabolismo, crescimento, reprodução e produção de energia. O mineral também está relacionado ao funcionamento normal do cérebro e sistema nervoso; contribui para a eliminação de espécies reativas de oxigênio, conhecidos como radicais livres; ajuda no fortalecimento ósseo e articular; auxilia na reprodução; contribui para o fortalecimento do sistema imunológico e ajuda no controle glicêmico (nível de açúcar no sangue). 

Estudos apontam ação antioxidante importante do mineral para  organismo humano.  O Manganês é um dos componentes necessários para a superóxido dismutase de Mn (MnSOD), que é o principal responsável pela eliminação de espécies reativas de oxigênio (ROS) no estresse oxidativo mitocondrial. Este antioxidante é responsável por proteger o conteúdo celular contra o processo de oxidação e dano celular. A capacidade do MnSOD de prevenir danos às células significa que provavelmente desempenha um papel importante na prevenção do câncer e de outras doenças crônicas.

A potencial ação antioxidante do mineral levantou a produção de estudos indicando associação do consumo de Manganês com a proteção e melhora de doenças crônicas como diabetes e hipertensão. Um estudo clínico incluindo 19.862 homens e mulheres mensurou a incidência cumulativa em 5 anos de Diabetes tipo II de acordo com a ingestão de Manganês na dieta. Como resultado do estudo, o consumo adequado de Manganês entre os níveis mais altos de ingestão foi associado ao menor risco de desenvolvimento de Diabetes tipo II entre as mulheres.  Um achado similar foi encontrado em um estudo observacional o qual incluiu 84.285 mulheres no peridoo pós-menopausa sem histórico de diabetes do Estudo Observacional da Iniciativa de Saúde da Mulher (WHI-OS), 62.338 mulheres que participaram do WHI-Clinical Trial (WHI-CT) e dados de um estudo de caso-controle de 3.749 mulheres aninhadas no WHI-OS. O estudo afirmou que maior ingestão de Manganês foi diretamente associada a um menor risco de Diabetes tipo II, independente de fatores de risco conhecidos. Os participantes do WHI-OS no quintil mais alto de consumo de Mn tiveram um risco 30% menor de desenvolver Diabetes tipo II.

A associação do mineral com a doenças de hipertensão ainda precisa ser mais explorada. Entretanto, um estudo clínico avaliou 734 participantes suíços relacionando a pressão arterial a 2 biomarcadores: excreção de Manganês plasmático e a excreção urinária de Manganês. O estudo concluiu  que há associação entre a concentração de Manganês e a pressão arterial durante o dia e a noite. 

O mineral também está associado ao crescimento e boa composição óssea. A depleção de Magnésio afeta adversamente todas as fases do metabolismo esquelético podendo levar a complicações do crescimento ósseo; uma diminuição em atividade osteoblástica e osteoclástica;  diminuição na formação óssea; osteopenia e aumento da fragilidade óssea. O magnésio tem efeitos diretos na função das células ósseas, bem como influências na formação e estrutura. Um estudo transversal prospectivo, avaliou a relação entre os níveis séricos de oligoelementos, incluindo Manganês, cobre, magnésio, e zinco em 41 mulheres pós-menopáusicas e a composição óssea. O estudo comprovou que existe uma relação significativa entre os níveis séricos de Manganês e a densidade óssea na coluna, bem como para a qualidade do esqueleto.

Além do papel do Manganês como cofator em várias enzimas e na manutenção da fisiologia ideal sejam bem explorados, as funções biológicas gerais do Mn demonstram associação do mineral para o desenvolvimento normal de muitos órgãos, incluindo o cérebro. As alterações no estado corporal de Mn estão associadas a alterações na fisiologia neuronal e cognição em humanos, e a insuficiência da ingestão pode causar disfunção neurológica. 

Em ressalva, a ingestão excessiva de Manganês também está associada a distúrbios cognitivos em adultos e crianças.  Quando a ingestão de ferro e Manganês é aumentada além das necessidades diárias, o risco de doença de Parkinson pode ser aumentado. Consumir mais de 11 mg / dia pode ter efeitos prejudiciais, desta forma o Manganês SetYou apresenta 2,3mg em sua composição, sendo um complemento à sua alimentação, e levando em consideração a recomendação diária da ANVISA de 3mg por dia.

 

Referências:

Balachandran RC, Mukhopadhyay S, McBride D, Veevers J, Harrison FE, Aschner M, Haynes EN, Bowman AB. Brain manganese and the balance between essential roles and neurotoxicity. J Biol Chem. 2020 May 8;295(19):6312-6329. doi: 10.1074/jbc.REV119.009453. Epub 2020 Mar 18. PMID: 32188696; PMCID: PMC7212623.

Dhar SK, St Clair DK. Manganese superoxide dismutase regulation and cancer. Free Radic Biol Med. 2012 Jun 1-15;52(11-12):2209-22. doi: 10.1016/j.freeradbiomed.2012.03.009. Epub 2012 Apr 25. PMID: 22561706.

Robbins D, Zhao Y. Manganese superoxide dismutase in cancer prevention. Antioxid Redox Signal. 2014 Apr 1;20(10):1628-45. doi: 10.1089/ars.2013.5297. Epub 2013 Jul 18. PMID: 23706068; PMCID: PMC3942707.

Holley AK, Dhar SK, Xu Y, St Clair DK. Manganese superoxide dismutase: beyond life and death. Amino Acids. 2012 Jan;42(1):139-58. doi: 10.1007/s00726-010-0600-9. Epub 2010 May 8. PMID: 20454814; PMCID: PMC2975048.

Li C, Zhou HM. The role of manganese superoxide dismutase in inflammation defense. Enzyme Res. 2011;2011:387176. doi: 10.4061/2011/387176. Epub 2011 Oct 3. PMID: 21977313; PMCID: PMC3185262.

Eshak ES, Muraki I, Imano H, Yamagishi K, Tamakoshi A, Iso H. Manganese intake from foods and beverages is associated with a reduced risk of type 2 diabetes. Maturitas. 2021 Jan;143:127-131. doi: 10.1016/j.maturitas.2020.10.009. Epub 2020 Oct 19. PMID: 33308618.

Balachandran RC, Mukhopadhyay S, McBride D, Veevers J, Harrison FE, Aschner M, Haynes EN, Bowman AB. Brain manganese and the balance between essential roles and neurotoxicity. J Biol Chem. 2020 May 8;295(19):6312-6329. doi: 10.1074/jbc.REV119.009453. Epub 2020 Mar 18. PMID: 32188696; PMCID: PMC7212623.

Němčíková, P., Spěváčková, V., Čejchanová, M., Hill, M., & Žofková, I. (2009). Relationship of serum manganese and copper levels to bone density and quality in postmenopausal women. A pilot study.

Os estudos científicos aqui contemplados são para informação somente. Os resultados reportados não necessariamente ocorrerão em todos os indivíduos. A SetYou provê tal informação como um serviço gratuito e não recebe qualquer compensação pelos estudos referenciados.

Comece a se sentir melhor

Faça nossa avaliação gratuita para obter sua suplementação diária e personalizada entregue na sua porta.

Deseja ir para a Área de Clientes?

Quer fazer seu Multi personalizado?